Foto: Acervo Setur-MG / Diego Sanches

 

     Descoberta na época dos bandeirantes, a Serra do Cipó já foi conhecida como Serra da Lapa e Serra da Vacaria. Para resguardar sua diversidade natural, foi criado em 1984 o Parque Nacional da Serra do Cipó, em uma área de aproximadamente 330 quilômetros quadrados. Seu objetivo é a proteção da fauna e da flora da Serra do Cipó, das bacias de captação do rio Cipó, afluente do rio das Velhas, e a preservação das belezas cênicas da região.

 

     A região do Parque é formada por vários rios, quedas d'águas, campos, relevo acidentado e clima tropical. No que diz respeito à fauna da região, o território conta com dezenas espécies de mamíferos, anfíbios e aves. Além disso, a multiplicidade de espécies vegetais é tão grande que a região encontra-se permanentemente florida durante todas as estações do ano. Tanta variedade e harmonia entre pedras, plantas e flores rendeu ao Cipó o título de “Jardim do Brasil”, dado pelo renomado paisagista Burle Marx na década de 50.

 

     O Parque Nacional Serra do Cipó é reconhecido, também, pelas suas inúmeras cachoeiras, canyons e paredões para a prática de alpinismo, sem falar nas cavernas e trilhas próprias para os amantes de mountain bike e caminhada. O clima é sempre muito agradável durante todo o ano e vem se tornando reduto favorito pelos amantes da natureza e suas incontáveis belezas. Distrito de Santana do Riacho, este destino faz parte do Circuito Serra do Cipó.

 

Veja as cidades relacionadas: Santana do Riacho, Jaboticatubas, Conceição do Mato Dentro, Congonhas do Norte, Dom Joaquim e Nova União.

Ver mais