Carmo do Cajuru abriga o terceiro maior polo moveleiro de Minas Gerais. É conhecida como “Cidade dos Móveis” por produzir e exportar para países das Américas. O patrimônio natural é riquíssimo e propenso à prática de esportes de aventura. Destaque para a “Pedra do Calhau”, o “Bosque”, a “Serra do Galinheiro” e a “Prainha”. Outros aspectos não naturais, como a barragem de Carmo do Cajuru, moldada com a construção da hidrelétrica de mesmo nome, operada pela Companhia Energética de Minas Gerais [CEMIG], e a arquitetura das igrejas do Rosário, Matriz de Nossa Senhora do Carmo e de Nossa Senhora do Líbano o qualificam como município diverso. Carmo do Cajuru também abriga belas festas religiosas, profanas e culturais com rico patrimônio material e imaterial.

Ver mais