Abriga, desde 1950, a empresa Georges Broemmé Aromas e Fragrâncias Ltda, fundada pelo casal russo Vera Broemmé von der Launitz e Georges Broemmé. O município também abriga importantes monumentos arquitetônicos em seu centro urbano e no campo, onde ainda permanecem edificações de estilo colonial. A religiosidade e a cultura são pulsantes em Carmo da Mata, que mantém importantes festas religiosas e profanas centenárias. Há 15 quilômetros do centro histórico encontra-se o "Quilombo", povoação de origem negra que, além da cachaça fabricada no local e da gastronomia característica de Minas Gerais, tem como pontos turísticos duas cachoeiras: uma chama-se “Cachoeira do Zé do Mané” e a outra “Laje do Osório”. Carmo da Mata sedia o maior Acervo Particular de Carros e Relógios Antigos de Minas Gerais e fazendas seculares que, além de cultivar a terra, empreendem em técnicas artesanais de produção de alimentos e destilados, como monjolos, alambiques e engenhos. O bioma do município é riquíssimo e o patrimônio natural é propenso à prática de esportes de aventura.

Ver mais