Localizada na Zona da Mata, o nome da cidade faz uma homenagem a Dom Silvério Gomes Pimenta, o primeiro bispo negro da Igreja Católica que atuou na Arquidiocese de Mariana. Em 1887, uma estação da Estrada de Ferro Leopoldina foi inaugurada, conectando o distrito de Saúde – primeiro nome da região – ao Rio de Janeiro, agilizando o transporte de mercadorias. O caminho de quase 600 km entre as duas cidades podia ser percorrido em 24 horas, o que resultou em um grande progresso comercial para a região, além do intenso intercâmbio cultural com outras regiões.

 

  É um imenso museu a céu aberto, com as obras de um dos mais importantes artistas plásticos de Minas Gerais, o genial Amilcar de Castro, grande nome do Concretismo. Suas esculturas gigantes estão nas praças, nos parques e nas avenidas. Famílias de bordadeiras produzem belas toalhas e roupas, um presente inesquecível da cultura regional para você levar para casa.

Ver mais