Turismo em Minas Gerais | Mariana

Zé Pereira da Chácara

Essa brincadeira surgiu originalmente no Rio de Janeiro e se difundiu pelas cidades de Ouro Preto, Olinda e Mariana. Nos finais do século XIX o Zé Pereira havia se convertido em uma das principais referencias culturais da população. Os catitões, como são chamados, tornaram-se a versão marianense da Queima do Judas, mas com a especificidade de que eram utilizados para os desfiles e não para os tradicionais linchamentos. Apesar das reclamações quanto ao seu caráter grotesco, a população marianense prosseguia na preparação de vestimentas irreverentes e no emprego dos bonecos como um brinquedo para a rua. Sendo assim, na década de 1960 a brincadeira seria retomada como uma importante alteração, os bonecos ganharam destaque, tornando-se o principal atrativo juntamente com as cantorias, batidas de latas e batuques que são características dos desfiles. Além de campo, quadra, área de lazer e vestiários, também se verifica a existência de um galpão no qual os bonecos são alojados. Portanto temos hoje em dia a Toca do Zé Pereira como um símbolo da identidade nacional. Ao final da década de 1990, o desfile começa a contar com bonecos confeccionados com caricaturas de personalidades do meio televisivo, todos os anos os participantes se reúnem para confeccionar, reparar e trajar os catitões. Atualmente, iniciativas particulares e prefeituras fornecem verbas e auxílios. Por ser um desfile popular e antigo para a comunidade, o desfile ocorre em outras épocas do ano além do carnaval, como o Dia de Minas, pois, sua presença é sempre requisitada em eventos de Mariana e região. Os bonecos possuem em média, dois metros, mas podem chegar aos cinco metros de altura e peso médio de dez quilos. Para a produção de um boneco inteiramente novo a primeira providência é a obtenção de varas de bambu, taquara, papelão, cola e espuma (para os suportes). Por ser largamente conhecido em Mariana, o Zé Pereira abre o carnaval em Mariana, os foliões vestem os trajes e concentram em frente a Escola Estadual Dom Benevides, após o cortejo, os participantes do desfile os desmontam e já fazem alguns ajustes se possível, sempre contando com o bom humor. O Zé Pereira sempre aborda um personagem de telenovela ou então uma personalidade pública que teve destaque em determinado período, além de personalidades marianenses.

Ver mais

  • Localização

    Urbana

    Rua Salomão de Vasconcelos, s/n - São José/Chácara

    CEP 35.420-000 - Mariana - MG

  • Pontos de Referência

    A partir do Centro Histórico, o galpão do Zé Pereira fica próximo ao Museu da Música.

  • Horário de Funcionamento

  • Observação sobre funcionamento

    Horários sob agendamento.

  • Tipo de Visita

    Guiada;

  • Entrada

    Franca

  • Atividades Realizadas

    Oficinas pre-agendadas e visitação ao galpão onde os bonecos são feitos e mantidos.

  • Acessibilidade